pós-evento

giba comenta

Querid@s Amig@s
 
Lembrei-me de uma música de Babi Fonteles, antiga, que dizia: "quanto mais eu vivo mais eu creio que a gente só é feliz quando ama e tem amor. Nele, tudo cabe sem censura ..."
 
E lembrei, creio, por que foi assim que este SEMIEDU foi feito: com Amor, com coração, útero e mente, banhado na emoção, sinal de que são PESSOAS que estavam ali.
Fiquei muito contente em ver, enfim, o resultado dos esforços se concretizando e no momento em que os mesmos esforços não cessaram.
Envio esta mensagem para algumas/alguns dos que tenho, sabendo que muitas outras mentes e corações (e pés, e braços, e costas) estiveram envolvidos. Através de vocês faço chegar minha alegria pelo grande feito. Grande, pois criou espaços para que fatos, reflexões, experiências, propostas, buscas, sonhos... fossem partilhados e celebrados. Grande pois NÃO teve por base o egoísmo pseudo-acadêmico que coloca pesquisas à frente dos "objetos", mas uma fraterna busca de que estas pesquisas sejam expressão do serviço (diaconato) necessário daqueles à quem algo se deu, neste país de tantos ainda sem acesso à educação formal, às academias...
Infelizmente pouco pude participar, mas me senti plenamente envolvido através de Lala, que a exemplo de vocês e de outr@s tant@s correram como loucos para garantir um espaço, uma água, um material, uma chave, que um assessor chegasse a algum lugar. Nela, que parece ter gostado da loucura, me realizei por vê-la tão envolvida e empenhada. Assim também vi tantos de vocês.
Creio que este Seminário e as atividades que para além de paralelas tornaram mais relevante ainda este momento, projeta para o mundo (sem exageros, pois o pesquisadores de Angola, Moçambique e sei lá mais de onde) certamente saíram marcados por este rico momento.
Para cada uma/um de vocês meu desejo de Axé, com todas as forças positivas que estão na alegria, no prazer, na partilha, na convivência...
Que Javé, Olorum, Tupã, seja benção para que muit@s, como vocês e a partir de vossos exemplos, se dediquem a fazer história junto com o Povo.
 
Abraços

Giba Wataramy
18/09/2013
*



No comments:

Post a Comment