II Lusófono



RELATÓRIO FINAL

2º Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países Lusófonos

e também:
VII Encontro da Rede Mato-Grossense de Educação Ambiental (REMTEA) 

* IV Encontro Satélite de Educação Ambiental Escolarizada“Escolas Sustentáveis e Com-Vida em Mato Grosso” (SEDUC)

 foto na câmera de Pat Mousinho

Cuiabá, MT: UFMT
9-13 de setembro de 2013


*
.............................

Projeto integral encaminhado ao edital do CNPq:


2º Congresso Internacional 
de Educação Ambiental 
dos Países Lusófonos

programação

09/setembro – 2ª f. 
14h: abertura oficial (Centro Cultural)
Diálogos poéticos
Representantes das autoridades, dos países lusófonos e representante do CEIDA, organizador do I Congresso Lusófono (Galícia)
Facilitação: Michèle Sato 

17h: Conferência (Centro Cultural)
(Des)colonialismo, educação ambiental e lusofonia 
·      Pablo Meira (Galícia) 
·      Marcos Sorrentino (Brasil) 
Facilitação: Regina Silva 

20h: mostra cultural (Tenda Paulo Freire)
Dança do Congo
Regional do Choro


10/setembro – 3ª f. 
8h: Painel 1: Estado da arte da educação ambiental (Florestal)
·      Joaquim Ramos Pinto – Portugal 
·      Welena da Silva - Guiné Bissau 
·      Sulisa Signo Bom Jesus Quaresma - São Tomé e Príncipe 
·      Natalino José do Carmo Rodriguese e Castro - Timor Leste 
·      Araceli Serantes - Galícia 
Facilitação: Michelle Jaber

14h: Painel 2: Estado da arte da educação ambiental (Centro Cultural)
·      Martha Tristão - Brasil 
·      Aidil Borges - Cabo Verde 
·      José Silva – Angola 
·      Diniz Alexandre - Moçambique 
Facilitação: Lúcia Kawahara

20h: mostra cultural (Tenda Paulo Freire)
Coral da UFMT


11/setembro – 4ª f. 
8:30h: Conferências finais (Florestal)
·     Aidil Borges 
·     José Vicente Freitas
·     Macaé Santos
·     Rachel Trajber 
Facilitação: Giseli Nora 

14:00h: FÓRUM (Centro Cultural)
Sustentabilidade da redeluso nos cenários da (des)colonialidades 
·      Araceli Serantes: rede ibero-americana 
·      Fátima Almeida: ASPEA
·      Antônio Fernando Guerra: REASUL & ARIUSA 
·      Jacqueline Guerreiro: REBEA 
·      Patrícia Mousinho: relações interpessoais 
·       Herman Oliveira: REMTEA e o Tratado de educação ambiental
Facilitação: Joaquim Ramos Pinto - REDELUSO

18:00h. – ENCAMINHAMENTOS (Centro Cultural)
·       3º Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países Lusófonos
·       Revista Brasileira de Educação Ambiental, REVBEA
·       Sistematização do 2º Congresso
·       Clausura
Facilitação: Michèle Sato

20h: mostra cultural (Tenda Paulo Freire)
Big Bando

*
*

Dias 12 e 13 de setembro: 
1º Encontro Nacional de Escolas Sustentáveis
http://semiedu2013.blogspot.com.br/p/escolas-sustentaveis.html

Continuidade do seminário educação... 
http://semiedu2013.blogspot.com.br/p/programacao.html

                           
realização:

Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte, GPEA





                                      

*
COMISSÃO DE ORGANIZAÇÃO

Benedito Dielcio Moreira
Débora Pedrotti-Mansilla
Denize Aparecida Rodrigues de Amorim
Elizete Gonçalves dos Santos
Gino Francisco Buzatto
Giseli Dalla Nora
Giselly Rodrigues das Neves Silva Gomes
Glauce Viana de Souza Torres
Herman Hudson de Oliveira
Imara Pizzato Quadros
Ivan César Corrêa do Belém
Joaquim Ramos Pinto
José Vicente De Freitas
Júlio Resende Duarte
Lucia Shiguemi Izawa Kawahara
Marcos Sorrentino
Maria Irigaray
Maria Liete Alves Silva
Michèle Sato
Michelle Jaber-Silva
Regina Aparecida da Silva
Rita de Cássia Aleixe
Ronaldo Eustáquio Senra
Rosana Manfrinate
Ruth Albernaz
Samuel Borges de Oliveira Júnior
Simone Rodrigues Monteiro 



HISTÓRICO
A Rede lusófona de educação ambiental (Redeluso) foi fundada no ano de 2005, em Portugal, e a rede tinha como princípio a construção de identidades ancoradas nos territórios falantes da língua portuguesa. Em 2006 tivemos o primeiro encontro presencial em Joinville, durante o VI Congresso Ibero-americano de Educação ambiental. Deste encontro, deliberou-se a necessidade da articulação permanente da lusofonia e foi lançado o 1º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DOS PAÍSES LUSÓFONOS E GALÍCIA, que aconteceu em Santiago de Compostela, na Galícia, em 24 a 27 de setembro de 2007. Com aproximadamente 250 participantes, foi revelado o estado da arte da educação ambiental nos 8 países falantes da língua portuguesa, além de diversas conferências, painéis e mesas-redondas que abrilhantaram o evento e que revelaram o entrecruzamento de diversas bases teóricas, práxis diferenciadas e um conjunto de axioma plural, ainda que o idioma fosse o mesmo. Foi considerada a relevância das lutas políticas nos locais que provavelmente sejam frágeis, já que o “establishment” direciona o mundo anglo-saxão na hegemonia das disputas dos poderes. A meta foi, assim, recuperar o idioma como expressão identidária que reforçasse as experiências e vivências em educação ambiental, tecida num mosaico plural e diverso dinamizado pelas transformações de uma era.

CEIDA

MMA

Irigaray: Xinguana

Cabo Verde foi o país que reivindicou a promoção do 2º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DOS PAÍSES LUSÓFONOS no ano de 2010, contudo, devido as forças econômicas o evento não conseguiu ser concretizado e somente em 2013 o Brasil assume promover a sustentabilidade da Redeluso, promovendo o 2º encontro em Cuiabá, Mato Grosso. Após este período de 6 anos, o cenário se modificou e será preciso recuperar o estado da arte novamente nos 8 países falantes da língua portuguesa, quais sejam: (1) Angola, (2) Brasil, (3) Cabo Verde, (4) Guiné Bissau, (5) Moçambique, (6) Portugal, (7) São Tome e Príncipe e (8) Timor Leste, além de algumas localidades não independentes, mas que mantêm a identidade na lusofonia, como é o caso da Galícia. A proposição deste 2º congresso é ter um fio condutor na (des)colonialidade, que permeará o debate de 3 dias do evento, fazendo emergir os sentimentos de pertencimento, o amadurecimento da educação ambiental e os itinerários de um sonho lusófono, fortalecendo a Comunidade dos Países falantes da Língua Portuguesa (CPLP). O 2º congresso iniciará um amplo debate sobre um vasto programa de educação ambiental lusófona, que deverá ser construída durante o 3º congresso, em Portugal, contribuindo à sustentabilidade da redeluso e da própria educação ambiental.




*

Este ano, toda programação do  VII Encontro da Rede Mato-Grossense de Educação Ambiental (REMTEA) coincide com o II Congresso Lusófono de Educação Ambiental dos Países Lusófonos, e também do próprio Seminário Educação 2013.





IV Encontro Satélite de Educação Ambiental Escolarizada
“Escolas Sustentáveis e 
Com-Vida em Mato Grosso” 


Este ano, o IV encontro é coincidente com toda a programação do 1º Encontro nacional de Escolas Sustentáveis:


ATENÇÃO!
Basta se inscrever no Seminário Educação 2013 (semiedu2013) que a inscrição em demais eventos paralelos será automaticamente feita. 

Idem à submissão de trabalhos -- basta submeter conforme as normas do semiedu2013, escolhendo o GT preferido, e todas as apresentações serão realizadas nos dias 11, 12 e 13 de setembro, no período vespertino. Haverá um certificado de participação e também de apresentação de trabalhos (mini-curso, oral ou pôster).

13 comments:

  1. Está lançado mais um grande desafio.
    Agora o contributo de todos é indispensável.
    Um bem haja a toda a equipa que tem trabalhado para a concretização de mais um espaço de encontros e partilhas das gentes da lusofonia.
    Abraço
    Joaquim Ramos Pinto

    ReplyDelete
  2. que bom tê-lo no debate, querido joaquim.
    sim, agora vamos fechar logo a programação pra tentar trazer todos os representantes da lusofonia.

    beijoca
    *

    ReplyDelete
  3. Querida Mi... Obrigada por este esforço de tornar possível a realização do II Luso. Acredita que é um grande peso que (tiras) dos meus ombros. Já estou a divulgar o programa e o site. Já já o dialogo se amplia em torno do nosso debate na construção e socialização do programa, Bjs Atlânticos.

    ReplyDelete
    Replies
    1. aidil querida
      estamos juntinhas, nestes sonhos que a gente decidiu realizar.
      obrigada tb pela força, companheirismo e amizade
      *

      Delete
  4. Acredito que será uma excelente oportunidade para apreendermos muito das experiências e compartilharmos um pouco da nossa.

    ReplyDelete
    Replies
    1. e seja bastante bem-vindo desde já, marcos!
      abração
      *

      Delete
  5. Olá irmãos! Para participar do II Lusófono basta inscrever no SEMIEDU ou é necessário outra inscrição específica?

    Abraços
    Laura

    ReplyDelete
    Replies
    1. ola LAURA
      inscrevendo-se no semiedu 2013 vc tem automaticamente acesso aos eventos paralelos, inclusive o 2º lusófono.
      abraços
      *

      Delete
  6. haverá trabalho de campo no evento ?

    ReplyDelete
    Replies
    1. oi vinicius, infelizmente não. precisávamos de ônibus, papelada e fôlego que não conseguimos. mas em breve vamos colocar algumas boas alternativas de turismo.
      beijoca
      *

      Delete
  7. Amigo(a)s Educadore(a)s Ambientais,

    Estou bastante motivado para encontrar velhos e novos amigos nesta semana de II Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países Lusófonos, em Cuiabá (MT). Quem estiver por lá, dá um alô para nos acharmos!!! Fico entre 09 e 13/09.
    Abraços,

    Zysman Neiman

    ReplyDelete
    Replies
    1. seja muito bem-vindo amigo zysman
      vai ser bom um bom abraço!
      *

      Delete
  8. Amigos,

    Estou hospedado no Hotel Mato Grosso Palace... será que tem mais alguém hospedado aqui, para combinarmos um esquema de caronas em táxi (dividir despesas sempre ajuda...).

    Abs,

    Zysman Neiman

    ReplyDelete